Categoria: Cultura

Museu do Morro da Caixa dÁgua Velha revela subterrâneo da cidade

08 de Setembro de 2016

Redescobrir a cidade sob uma perspectiva diferente é uma das sensações compartilhadas entre os visitantes do Museu do Morro da Caixa d'Água Velha, no Centro da capital, após percorrer as três galerias do local. Os subterrâneos da cidade se abrem ao passar pela porta e revelam um cenário desconhecido por muitos que transitam pela avenida Comandante Costa. Ali, onde hoje existe uma praça restaurada foi instalada a caixa d'água, construída em areia lavada e tijolinhos, em 1882, que fornecia 1 milhão de litros de água, aos 25 mil habitantes que residiam na capital, nas últimas décadas do século XIX.

Praça resturado e entrada do Museu, ao lado dos arcos vermelhos. Crédito da foto: Secom/Prefeitura de Cuiabá

Para a construção do local, canos de ferro fundido foram importados da Inglaterra e as fontes da França, algumas peças foram encontradas durante escavações para a reconstrução e fazem parte do acervo permanente do Museu. A caixa d'água que funcionava no local foi desativada na década de 1950 por conta da expansão da cidade e da poluição dos afluentes, como o córrego da Prainha, e do rio Cuiabá. O tratamento era feito apenas com cal para a decantação dos detritos e não foi suficiente a partir desse período.

Detalhes da parte interna do Museu com destaque para um dos registros que forneciam água para a cidade

Em 2007, o Museu foi inaugurado com a proposta de provocar uma reflexão sobre o uso da água. O local se diferencia de outros espaços históricos tanto pela construção inusitada, já que não é um casarão ou um prédio do período colonial, como a sede do Museu da Imagem e do Som (Misc), e por ser único no Brasil, outro centro cultural como esse só pode ser visitado na Turquia.

A temática também se destaca, já que Mato Grosso tem entre os biomas o pantanal, a maior planície alagada do mundo. Outras temáticas também são expostas no Museu, que destina duas galerias para mostras de artesanato, esculturas, fotografias e artes plásticas. A outra galeria é dedicada ao acervo permanente de artefatos que contam a história do local, entre eles, detalhes da parede interna e potes utilizados pelos cuiabanos para transportar água das fontes.

Registro da caixa d'água após a inauguração

Um dos potes utilizados pelos cuiabanos para decantar e transportar água

O Museu tem entrada gratuita e funciona de segunda a sexta das 8h às 17h, e aos sábados, domingos e feriados das 8h às 12h e 13h às 17h. Mais informações pelo telefone 3617-1225.

Uma das peças do acervo permanente do Museu e, ao fundo, foto do ex-governador de Mato Grosso, José Maria de Alencastro, responsável pela implantação do sistema de abastecimento na capital

Elba Ramalho, Geraldo Azevedo e Alceu Valença apresentam show do "Grande Encontro", em Cuiabá

01 de Setembro de 2016

Os fãs da paraibana Elba Ramalho e dos pernambucanos Geraldo Azevedo e Alceu Valença já podem comemorar: o trio retorna a várias capitais brasileiras com a turnê do "O Grande Encontro", após 20 anos da primeira gravação do disco que reuniu os músicos, mas desta vez sem a participação do cantor e compositor Zé Ramalho.

Os clássicos "Coração Bobo", "Chão de Giz", "Táxi Lunar", "Dona da Minha Cabeça" já estão no repertório do show que este mês será realizado na cidade de Cuiabá e no Rio de Janeiro. Na capital de Mato Grosso, a apresentação será no ginásio do Colégio São Gonçalo, no dia 6 de setembro, às 20h.

Os ingressos já estão à venda pelo site Casa de Festas ou nos pontos de venda e custam R$ 80 (inteira) para a arquibancada. 

 

Grupo Cena Onze encena Romeu e Julieta em versão infantil

25 de Agosto de 2016

 Cada ingresso custa 2kg de alimento não perecível para a peça que será encenada nos dias 26, 27 e 28 de agosto, no Cine Teatro Cuiabá.

O grupo de teatro Cena Onze contará uma versão da história de Romeu e Julieta, de 26 a 28 de agosto, às 20h, no Cine Teatro Cuiabá, localizado no Centro da capital. Dessa vez, além dos protagonistas haverá palhaços encenando a história, que é destinado a crianças e adultos, com censura livre.

Narrada por fadas, a história parece ter saído de um livro infantil, repleto de príncipes, princesas, damas e cavalheiros desengonçados. Cada ingresso para ver o espetáculo custa 2kg de alimentos não perecíveis e pode ser retirado na bilheteria do Cine Teatro, a partir das 14h, de segunda a sexta-feira.

Confira mais informações sobre a peça na página do Cena Onze no Facebook. 

Independence Day e Procurando Dory estreiam nos cinemas brasileiros

30 de Junho de 2016

 Crédito da foto: reprodução.

Há duas semanas os espectadores que residem nos Estados Unidos prestigiaram a estreia de dois filmes que bateram recordes de bilheteria e acabam de entrar em cartaz nos cinemas brasileiros. "Independence Day: O Ressurgimento" e "Procurando Dory" são as duas superproduções mais vistas, sendo que a animação ficou em primeiro lugar, após arrecadar mais de 73 milhões de dólares na primeira semana.

+ CONTINUE LENDO

Vem Pra Arena: cultura e gastronomia no aniversário de MT

05 de Maio de 2016


Foto: Mayke Toscano/GCOM-MT

Em comemoração ao aniversário de Mato Grosso (9 de maio), mais uma edição do “Vem Pra Arena” será realizada neste sábado, 7, e domingo, 8, com uma extensão programação. Vai ter quadrilha de Nova Xavantina, Siriri da Baixada Cuiabana, apresentação de danças tradicionais gaúchas e até indígenas.

Também tem dança contemporânea, homenagem a Manoel de Barros, além de feiras literária. Quem passar pela Arena Pantanal, local do evento, também vai poder saborear delícias gastronômicas com tempero regional.

+ CONTINUE LENDO

1