Categoria: Arquitetura

Confira 15 ambientes onde a churrasqueira é a protagonista

23 de Agosto de 2017

Se antes, mudar para apartamento significava perder o espaço dedicado a churrasqueira e aos almoços de domingo que reúnem familiares e amigos, com as varandas maiores, arquitetos e decoradores transformaram o cômodo em um ambiente ideal para montar um espaço gourmet particular. Além da churrasqueira, outros detalhes, como o mobiliário e a decoração, transformam a varanda em um ambiente aconchegante sem perder o requinte.


Confira a lista com 15 locais selecionados pela revista Casa Vogue, onde a churrasqueira é a protagonista.

Churrasqueira instalada em varanda de apartamento tem um balcão para as refeições. Crédito da foto: Casa Vogue

Espaço gourmet na varanda de apartamento tem outros equipamentos, além da churrasqueira. Crédito da foto: Casa Vogue

 

Animais em apartamento: orientações para uma convivência pacífica

04 de Novembro de 2016

O confinamento é, talvez, a preocupação mais significativa dos amantes de animais quando se fala em criar um cão, gato ou  algum animal exótico, como furão ou pássaro, em apartamento. Os dois animais mais comuns são os caninos e os felinos e exigem cuidados especiais para manter a convivência com os vizinhos agradável e seguir o regulamento do condomínio sobre a permanência e circulação dentro e fora das residências, desde o tamanho ou a raça dos cães até a utilização de focinheira nas áreas comuns. 

Para o médico veterinário e diretor da Clínica São Francisco de Assis, Cláudio José de Assis, "os amantes de cães e gatos têm que compreender que existem vizinhos que não gostam de cães, por exemplo, porque ficam incomodados com os latidos e é preciso respeitar isso, já que o radicalismo é prejudicial para a convivência dentro do prédio", explica.

Assis dá algumas orientações podem ser colocadas em prática por donos de cães e gatos, entre elas, incluir no orçamento familiar as despesas com alimentação, banho, vacinas e outros cuidados que exigem orientação de veterinários. "Ninguém deve ter um cão ou gato por empolgação porque eles também envelhecem e precisam de cuidados especiais. No caso de uma viagem prolongada, por exemplo, o animal vai precisar ficar em outro local como um hotelzinho e tudo isso tem custos", disse. 

Se os donos decidirem que a fêmea não vai reproduzir, o médico indica castrar antes do primeiro cio que pode ocorrer a partir dos seis meses, tanto em caninos quanto em felinos. As vacinas também devem ser aplicadas, sob orientação de médicos veterinários, para alcançar a imunização adequada. "A vacina é a melhor maneira de prevenir e manter os animais saudáveis. Não se deve sair com filhotes de cães antes de completar todas as vacinas", alerta.

Gatos e cachorros são os animais mais criados em apartamentos e precisam de cuidados específicos. Crédito da foto: Fotolia

Gatos

Para os donos de gatos, a orientação é colocar tela nas janelas do apartamento para evitar acidentes. "A gente recebe gatos que caem dos andares porque eles têm um instinto selvagem intenso e ele não deixa de caçar, mesmo que seja mariposas. Na época em que os animais estão no cio eles vão para a janela em busca de reprodução e aí ocorrem alguns acidentes também", explica. 

A alimentação é outro item que deve ser escolhido especificamente para o gato por conta da substância que tem na ração e é necessária para a sobrevivência do animal, de acordo com o médico. "Os felinos gostam de brincar e existem vários objetos para arranhar, testar o reflexo e isso é importante para minimizar o stress do confinamento no apartamento. Os gatos são muito limpos por natureza mas não são tão participativos como os cães", disse.

Cães

De acorco com Cláudio, os cães precisam conviver em grupo e a "matilha" hoje é a família e o cão. Para evitar comportamentos agressivos, o médico orienta adestrar o animal "porque os temperamentos são diferentes na própria ninhada. Existem diferenças individuais de comportamento e a particularidade desse animal é o olfato. Ele tem esse sentido muito apurado e percebe várias coisas que acontecem com o dono. A audição também é outro sentido importante e o cão vai adotando comportamentos convenientes para ele". 

Adestrar os cães é uma alternativa para o animal se adaptar ao espaço do apartamento. Crédito da foto: Fotolia

A alimentação deve ser realizada de acordo com o peso do animal para evitar sobrepeso, por exemplo, ou uma desnutrição. "Se a ração for excessiva você vai gastar mais do que o necessário e piorar a vida dele porque a obesidade não é salutar. Existem rações específicas de cada raça que além de manter a saúde dos animais podem prolongar a vida deles", afirma. Para quem mora em Cuiabá, o médico veterinário indica escolher um local adequado longe das áreas onde tem incidência solar na parte da tarde para não interferir no conforto do animal. Além disso, deve haver uma preocupação com os móveis e objetos de decoração como tapetes que podem ser danificados pelos animais. 

Athos Bulcão em cores e texturas: artista plástico produziu azulejos e relevos em construções de Oscar Niemeyer

10 de Outubro de 2016

Reconhecer os traços do arquiteto e urbanista Oscar Niemeyer nas construções de Brasília não é tarefa difícil, mesmo para os que visitam a capital pela primeira vez. As curvas e o concreto aparente são algumas características das obras que encantam ou desconcertam os espectadores, à primeira vista. As texturas e as cores de algumas construções são, na maioria, criações de outro carioca: o artista plástico Athos Bulcão.

Ao olhar com mais atenção, pode-se reparar que algumas obras apresentam elementos geométricos e abstratos, colocados de maneira aleatória, essa é a característica de Athos Bulcão, que trabalhou com Cândido Portinari durante a construção do Mural de São Francisco de Assis, na Pampulha, em Minas Gerais, e com o arquiteto/paisagista Roberto Burle Marx antes de desembarcar em Brasília e iniciar sua parceria com Oscar Niemeyer. 

Athos Bulcão e Oscar Niemeyer. Créditos da foto: Fundathos.

Se já reparou nos azulejos coloridos no setor de embarque/desembarque do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek; nos relevos na parte externa do Teatro Nacional Cláudio Santoro; no teto com placas metálicas no plenário do Senador Federal ou nos azulejos da Igrejinha Nossa Senhora de Fátima, a primeira de Brasília, conhece alguns dos trabalhos do artista.

Teatro Nacional Cláudio Santoro. Créditos da foto: Fundathos.

A arte de Athos é acessível e encontra os moradores e visitantes de Brasília e das cidades satélites no trajeto do trabalho, da escola/universidade ou de uma caminhada no Parque da Cidade. Ele descomplicou a tarefa de inserir outros elementos nas criações de Niemeyer e construiu uma linguagem própria que, apesar de ser abstrata na sua essência, dialogou perfeitamente com as obras de "arte" do arquiteto que ficou encantado com os desenhos do artista plástico no primeiro encontro, no ateliê de Burle Marx, no Rio de Janeiro. 

Em 2011, os azulejos de Athos se transformaram em materiais diferentes, desta vez, nos tecidos da coleção de inverno do estilista mineiro Ronaldo Fraga, durante a edição da São Paulo Fashion Week, a semana de moda brasileira que apresenta coleções inéditas de estilistas consagrados no Brasil e no exterior. Para Ronaldo Fraga, "é difícil imaginar Brasília sem as obras de Oscar Niemeyer. Mas é impossível imaginar Brasília sem a obra de Athos Bulcão", disse no making-off da coleção disponível no Youtube

A criação de Ronaldo Fraga inspirado na Igrejinha e o estilista. Créditos das fotos: FFW.

O estilista utilizou como umas das fontes de referências o livro que reúne toda a produção de Athos Bulcão durante mais de 50 anos de trabalho, com pinturas, desenhos, azulejos, fotomontagens, máscaras e objetos tridimensionais. A escolha de um tema para uma coleção depende de vários fatores, no caso de Ronaldo Fraga, se apaixonar pela produção de Athos foi um deles. A quantidade de criações de Athos e a possibilidade de transformá-las em vestuário também foi decisivo. O estilista transpôs para o tecido o teto da rodoferroviária de Brasília e diversas variações dos azulejos, entre eles o da Igrejinha, com alterações nas cores originais. Ronaldo Fraga ampliou para a moda a integração que já existia entre as obras de Athos e à arquitetura. 

Outras criações do estilista Ronaldo Fraga inspiradas no painel de azulejos da Igrejinha. Créditos das fotos: FFW.

As criações do artista estão espalhadas por várias cidades brasileiras, inclusive em Cuiabá, no painel de relevo em concreto do jardim interno do prédio do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso, e diversos países, como a Argentina, que tem um painel de azulejos no prédio da Embaixada do Brasil no país. Athos Bulcão faleceu em 2008, aos 90 anos, e de lá para cá sua produção é mantida, divulgada e algumas peças comercializadas pela Fundação Athos Bulcão, com sede em Brasília, que também tem loja on-line. Alguns objetos são produzidos exclusivamente por encomenda, entre eles, alguns azulejos que são vendidos por metro quadrado, com exceção dos paineis da Igrejinha, do Congresso, e do Brasília Palace Hotel, esses, só indo à Brasília.  

Painel de azulejos intitulado "Natividade", na Igreja Nossa Senhora de Fátima, em Brasília. Créditos da foto: Fundathos.

Confira algumas criações de Athos Bulcão:

Relevo em concreto no jardim interno do prédio do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso. Créditos da foto: Fundathos.

Placas metálicas no teto do plenário do Senado Federal, em Brasília. Créditos da foto: Fundathos.

Azulejos e treliça criados por Athos Bulcão. Créditos da foto: Fundathos.

Elimine obstáculos e tenha uma residência acessível

09 de Maio de 2016

Um tapete pode ser mais do que um objeto decorativo na residência. Para alguns, é um obstáculo e pode causar uma queda, dependendo de onde ele foi colocado. Pequenos detalhes como esse só ficam perceptíveis quando há alguma dificuldade de locomoção conhecida como mobilidade reduzida que pode ser permanente ou temporária, decorrente de uma doença, acidente, gravidez ou da idade (crianças ou idosos) e altera a rotina familiar definitivamente.

Para Givaldo Dias Campos, técnico em Edificações e coordenador de Acessibilidade do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT), o primeiro passo é o mais complicado e envolve toda a família. "A perda de mobilidade vai impactar fortemente em qualquer pessoa. A primeira coisa é trabalhar a aceitação, a partir daí, buscar atitudes que te coloque em posição positiva em relação ao que você vai fazer para corrigir e adaptar os cômodos da residência", explica.

A redução dos movimentos impõe uma mudança de velocidade nas atividades de rotina, como escolher roupa ou tomar banho, mas Givaldo afirma que é possível e fundamental que as pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida tenham autonomia para realizar algumas tarefas, desde que os obstáculos sejam eliminados. "A pessoa tem que fazer tudo por outro caminho. E a família cria dificuldades sem querer, inclusive, ao tratar quem está numa condição diferente com cuidado excessivo. É preciso se adaptar e contribuir no progresso, por exemplo, se a pessoa ficar surda, a família aprende libras e resolve o problema de comunicação. Mas é preciso envolvimento e em alguns casos ajuda psicológica porque é uma mudança muito difícil."

Para crianças

Algumas alterações são indicadas pelo técnico quando há crianças ou adolescentes na família, entre elas, adquirir móveis com regulagem de altura quando o tempo de permanência é prolongado como na mesa de computador e na cadeira. "Todo mundo pensa assim: ‘ah, a criança ou o adolescente vai crescer’, mas nesse período alguém pode adquirir uma incapacitação, uma alteração na coluna por conta do móvel errado. A família não pode deixar a criança ou o adolescente em uma condição física ruim", alerta.

Mesa e cadeira devem ser ajustadas de acordo com altura da criança. Crédito da foto: Fotolia

Para idosos

Quando há idosos, Givaldo indica instalar barra de apoio em todos os ambientes na altura de um metro, especialmente, no banheiro "que é um local muito perigoso por ser molhado e onde as pessoas estão fragilizadas. O banheiro precisa ter barra junto ao vaso sanitário e ao chuveiro para que o idoso possa se locomover no local com segurança", afirma. Nos outros cômodos, onde tem algum desnível, por exemplo, colocar uma rampa suave com corrimão, eliminar os tapetes e instalar maçanetas de portas e janelas do tipo alavanca, além de fechaduras e chaves maiores. "A família é o elemento balizador do conforto do idoso e tem que se adaptar porque o contrário não é possível. Precisa prestar atenção no circuito que o idoso caminha, sem obstáculos, de preferência. De acordo com o SUS, 70% das internações são causadas por quedas dentro das residências."

Exemplo de banheiro adaptado com barras nas laterais das paredes. Crédito da foto: Fotolia

Barra instalada dentro do box e próxima ao chuveiro. Crédito da foto: Fotolia

Outra dica é criar contrastes de cores entre os objetos na mesa de jantar. "Se você tem uma toalha de mesa branca, os pratos são brancos e o talher prateado, existe a possibilidade do idoso ou do deficiente visual não comer e sofrer com isso porque não tem coragem de falar que não enxerga os objetos na mesa. Evitar mudar os móveis de lugar com frequência, também é importante porque se o idoso tiver Mal de Alzheimer, uma simples mudança de um sofá não vai ser compreendida", explica.

Para cadeirantes

Alterar a altura da cama e das prateleiras dos armários é fundamental para quem precisa utilizar a cadeira de rodas, temporária ou definitivamente, de acordo com Givaldo. "A pessoa vai escolher a roupa e de repente está na cadeira de rodas, mas nunca notou que o cabide está lá em cima. Você não precisa pedir ajuda se colocar os cabides na altura certa para que a pessoa continue escolhendo a roupa sozinha. Mudar a altura da cama para a altura da cadeira de rodas é outra opção porque vai ficar fácil para transferir. Essas adaptações acontecem com o meio, a partir das interferências necessárias e mesmo que a deficiência seja temporária, o aprendizado da família não vai ficar para trás."

Cadeirante deve ter autonomia para realizar tarefas diárias. Crédito da foto: Fotolia

 

 

Construção antiga em Lisboa vira escritório com estrutura de pallets reciclados

17 de Agosto de 2015

A utilização de pallets como opção nas construções mais sustentáveis têm se tornado cada vez mais popular ao redor do mundo. 

+ CONTINUE LENDO

1