Categoria: Decoração

Organização: 10 itens para desapegar

10 de Dezembro de 2018

Uma das resoluções para o ano de 2019 pode ser o desapego de itens que não estão sendo mais utilizados ou já passaram da hora de serem trocados, como as toalhas e roupas de cama. Em alguns ambientes da casa ou apartamento, a reorganização do espaço pode dar uma cara nova ao local. 

A lista completa elaborada pelo site da revista Casa e Jardim você confere abaixo:

1 Toalhas

Toalhas que parecem muito antigas, são muito antigas! Mas não significa que devem ir para o lixo, os centros de zoonoses reaproveitam os itens para criar cobertores e camas para pets.

2 Roupas de camas

Sabe aqueles conjuntos que estão pela metade? Chegou a hora de ganharem novos lares. Doe as peças! Aproveite para incluir sacolas de panos que estão só guardadas e outras peças perdidas no guarda-roupa.

3 Eletrônicos antigos

Disquetes, pen drives antigos, CDs, DVDs... Tudo aquilo que não usamos mais. Além disso, livre-se também dos carregadores de celulares e notebooks antigos, e outros eletrônicos que estão apenas ocupando espaço em casa. Aproveite para desapegar do ipad antigo e do blackberry. Só não esqueça de retirar todas as informações pessoais antes de doá-los, hein?!

4 Cosméticos

Cuidar da pele é muito importante, mas é preciso checar a validade dos produtos que estão em sua farmacinha. Muitas vezes deixamos cremes, perfumes e outros produtos passarem do prazo de validade. Faça uma limpeza e jogue fora todos eles. Aproveite para doar aqueles creminhos que estão encalhados ali e ainda não venceram. 

5 Livros e revistas

É claro que os seus favoritos e os clássicos devem ficar por ali. Mas por qual motivo manter as obras que não são tão empolgantes assim? Ou aquela história que ler uma vez só já bastou? As bibliotecas públicas vão adorar adotá-los.

Já as revistas antigas podem ser vendidas online. As que não forem "velhas o suficiente" podem ir para reciclagem.

6 Cabides 

Sabe aqueles cabides que vieram com as roupas da lavanderia? Eles não eram para estar no seu guarda-roupa. Afinal, nem combinam com os outros. Desapega!

7 Roupas

As peças que você não usou em 2017, serão doadas em 2018, ok? Além disso, pares de meias desaparecidos, e lingeries desconfortáveis devem ir para o lixo.

8 Temperos

Todo mundo acumula temperos e condimentos na cozinha. É preciso checar a data de validade e se livrar daqueles que estão vencidos!

9 Travesseiros

Você já sabe que travesseiros acumulam ácaros. Por isso, as peças antigas fazem mal à saúde e pele.

10 Utensílios de cozinha

Potes sem tampa, aquela caneca com o slogan de marcas e outras louças descombinadas devem ir para doação. Mantenha somente o que você mostraria para as visitas. Afinal, o seu dia a dia merece peças lindas também!

5 dicas para escolher o sofá ideal

14 de Setembro de 2018

 Confira no post como definir o móvel protagonista da sala de estar. Reprodução: revista Casa e Jardim.

1. Sempre experimente antes de comprar!
Geralmente, a profundidade do assento de um sofá é de 60 cm. Já a altura do sofá varia de 45 cm a 50 cm. Como não existe uma medida ideal, o certo é que você procure o que for mais confortável para você. A altura de cada pessoa interfere no tipo de sofá que é mais cômodo para ele(a), por isso é tão importante experimentar!

2. Vale a pena pagar por uma boa estrutura
Um sofá é um investimento – e a estrutura é o ponto principal, já que ela terá que aguentar vários cochilos. Preste atenção na garantia do produto (alguns fabricantes oferecem garantia vitalícia). Uma boa pedida é investir em estruturas de madeira sólida.

3. As almofadas também importam
Claro que uma boa estrutura não adianta muito sem boas almofadas. As de pena são muito confortáveis, mas você vai precisar enchê-las com certa frequência. Já aquelas feitas com espuma e/ou fibras podem perder a forma com o tempo. Por isso, o ideal é combinar esses materiais: use as fibras e espuma nas almofadas do assento e as penas para aquelas que servem de apoio às costas.

4. Preste atenção no tecido
O sofá é uma das peças principais da sala de estar, por isso é importante escolher bem o tecido e estampa para que ele combine com o restante da decoração. Se o seu sofá fica perto de janelas, opte por materiais sintéticos, que, ao contrário dos naturais, não se deterioram com a luz solar. Uma capa para o móvel também pode ser algo interessante se você tem pets em casa, já fica mais fácil lavá-las.

5. Só falta medir!
E não é só medir o espaço que o seu sofá ocupará: meça também as dimensões das portas e escadas pelos quais ele terá que passar. Se for o caso, opte por um móvel com pés removíveis ou um que possa ser separado e remontado dentro da sua casa.

*Reproduzido do site da revista Casa e Jardim

Ladrilho hidráulico é alternativa para decorar ambientes

15 de Agosto de 2018

Ladrilhos hidráulicos estampados utilizados para integrar dois ambientes do apartamento

A alternativa encontrada por uma arquiteta de São Paulo para integrar a sala de estar à cozinha de um apartamento foi criar uma continuidade entre o revestimento da sala que se extendeu da parede até o chão da cozinha. O revestimento também serviu como o ponto de cor dos ambientes que foi dividido por uma parede de cobogós.


O ladrilho hidráulico é um material que pode ser utilizado em áreas molhadas, desde que seja impermeabilizado com resina incolor, e normalmente é instalado no banheiro. 

Parede de cobogós brancos divide a cozinha da sala de estar

Cozinha de chef é montada com aparelhos multifuncionais e acabamento adequado

13 de Julho de 2018

Cozinhar pode ser o passatempo preferido para alguns, até o momento em que o resultado não é satisfatório, e isso nem sempre é culpa da receita ou dos ingredientes utilizados, mas dos equipamentos. Para quem leva a gastronomia a sério, aparelhos semiprofissionais, ou multifuncionais, como um forno combinado, contribuem no resultado esperado. 

Mas não é só isso. A organização dos aparelhos na cozinha, o acabamento dos móveis e utensílios, a ventilação e iluminação são fatores decisivos.

Dicas de especialista

Revestimentos: A higiene é essencial para uma cozinha, por isso, evitar a madeira é um cuidado importante. O material é proibido em cozinhas profissionais por concentrar alto nível de bactérias e ser foco de contaminação. De colheres de pau a bancadas, a madeira pode ser substituída por opções de aço inoxidável. Se o orçamento permitir, vale investir no Corian, um material versátil e de fácil higienização usado em cozinhas industriais.

Multifuncionais: Alguns instrumentos industriais, como batedeiras e fornos são robustos, por isso, a cozinha tem de estar preparada para recebê-los. Equipamentos multifuncionais, como fornos que podem fritar, grelhar e cozinhar, são uma opção para otimizar não só o orçamento como o espaço. 

Semiprofissionais: Alguns fabricantes passaram a desenvolver linhas de produtos semiprofissionais com a qualidade dos equipamentos industriais, mas em tamanho reduzido. O forno combinado é um deles. Combinando ar quente e vapor, é essencial em uma cozinha profissional e tem ganhado espaço na casa de gourmets. 

Circulação de ar: Boas iluminação e circulação de ar são cuidados básicos para garantir o conforto na cozinha, mas, para aquelas de estilo americano ou integradas a outros ambientes da casa, a boa exaustão é um fator importante muitas vezes deixado de lado. Só janelas abertas e depuradores podem não dar conta do recado; o ideal é usar uma coifa, escolhendo o modelo mais adequado para o tamanho do cômodo.

*Notícia publicada no caderno "Casa e Decoração" do jornal Estado de São Paulo. 

Bancada com equipamentos profissionais com destaque para a lava-louças. Crédito da foto: Estadão

Acabamento em madeira deve ser evitado, de acordo com especialistas. Além da cor, a cozinha tem como estrela o forno combinado profissional e a coifa, acima. Crédito da foto: Estadão

CASACOR São Paulo tem mais de 80 ambientes para visitação

12 de Junho de 2018

 SPA da Mata de Andrea Teixeira e Fernanda Negrelli. Com paredes e teto de vidro, a luz natural e o verde fazem parte do ambiente.

Em 2018, a CASACOR São Paulo chega a sua 32ª edição com o tema “A Casa Viva” em 82 ambientes decorados (entre casas, lofts, lounges, salas, banheiros, estúdios e apartamentos) no Jockey Club de São Paulo. Entre 22 de maio e 29 de julho de 2018, o visitante conferirá o que há de melhor no design de interiores, decoração, arquitetura e arte no Brasil.

Além dos ambientes, é possível participar de vários workshops e bate-papos programados para os meses de junho e julho. A visitação pode ser feita de terça a sábado e feriados, das 12h às 21h, e aos domingos, das 12h às 20h. Os ingressos estão disponíveis para compra no site Ingresso Rápido ou na bilheteria do evento, localizado no Jockey Club de São Paulo.

Acesse o site oficial para mais informações.

1