Restaurante soma beleza e requinte

11 de Maio de 2015

Pode ter demorado um pouco para a chef australiana Skye Gyngell dar o seu voo solo, mas ele veio com muita elegância e estilo como mostra esta belíssima reportagem de Casa Vogue destacada aqui no Blog CX Construções.

Spring foi inaugurado há seis meses no Somerset House, salão neoclássico do século 19, localizado no centro de arte e cultura de West End, em Londres. É a primeira vez que este espaço de mais de 150 anos está aberto ao público.


A beleza do lugar, totalmente remodelado, mais a degustação de pratos simples com ingredientes deliciosos, ambientação impecável e agradável da decoração e sua localização funcionam como atrativos do Spring. A luz invade o restaurante e as janelas amplas, os tetos altos e arejados e as cornijas originais que enquadram o espaço criam um ambiente extremamente agradável.

Muitos profissionais colaboraram para chegar neste resultado, a arquitetura por Stuart Forbes Associates; projeto de design de interiores por Briony Fitzgerald; projeto do átrio com jardim por Jinny Blom e iluminação por Paul Nulty. Até os uniformes foram bem pensados e são de designers famosos Egg e Trager Delaney.

Para a elaboração dos menus de almoço e jantar diários, Skye e equipe orientam-se pela mudança das estações. A chef conta que se sente feliz por abrir um restaurante no centro de Londres, que permanecerá em profunda sintonia com a terra e as estações do ano. “Meu cozinhar sempre foi impulsionado por um respeito por bons ingredientes, e eu me sinto realmente privilegiada que a minha primeira aventura solo permita compartilhar esse prazer com os outros, todos os dias, neste ambiente histórico.”

O menu é composto por oito entradas, oito pratos principais e cinco sobremesas, incluindo queijo, além dos pratos sazonais, como os lagostins grelhados com manteiga de algas; fiore di latte, abóbora em conserva, speck e óleo de sálvia e filé de carne com manteiga marrom, anchova e verduras silvestres. A carta de vinhos, desenvolvida pelo consultor Jack Lewens e pelo chef sommelier Frank Embleton, é dominada pelas safras da França e Itália. As sobremesas incluem o creme buttermilk com bolachas de centeio.


Spring também oferece em sua estrutura um salão apropriado para saborear refeições leves, como pequenos sanduíches, sorvetes, seleção de vinhos e licores e o Bicerin, expresso e chocolate, clássico de Turim, na Itália.


Gyngell começou treinando em Sydney e Paris, antes de mudar-se para Londres. Na cidade, um dos papéis mais importantes assumidos por ela foi de chef em Petersham Viveiros, onde trabalhou quase que exclusivamente com produtos sazonais. Bastante premiada e escritora de vários livros sobre culinária – a primeira publicação foi “Um ano na minha cozinha”, de 2006, que, no ano seguinte, ganhou o prêmio de Melhor Livro de Receitas no Guild of Food Writers Awards, em 2007; “Spring, o restaurante”, será publicado neste ano.


O diretor de Somerset House Trust, Jonathan Reekie, salienta a satisfação de a chef Skye ter escolhido o Somerset House como local para o seu primeiro restaurante em Londres. “Somerset House é um centro criativo no coração da capital da cultura do mundo, que nos convida a experimentar algo novo e um pouco fora do comum, o que pode ser encontrado no Sprin.” O restaurante é o quarto estabelecimento no local.




 

ASSUNTOS RELACIONADOS